Representar a Escola

Written by on Abril 17, 2019

Representar a Escola
Autor: Serviço de Comunicação da ESCS
Conteúdo retirado automaticamente da página institucional da Escola Superior de Comunicação Social
Ver fonte

Publicado: 17 abril 2019

Ano após ano, os estudantes da ESCS mostram, aos visitantes da Futurália, o que de melhor se faz na Escola.

A ESCS foi, mais uma vez, parceira da Futurália – Oferta Educativa, Formação e Empregabilidade, que decorreu, entre 3 e 6 de abril, na Feira Internacional de Lisboa (FIL), no Parque das Nações. A Escola marcou presença no stand institucional do Politécnico de Lisboa (IPL) e num espaço onde os membros das atividades extracurriculares promoveram ações, ao longo dos quatro dias do evento.

A ESCS marcou presença na maior feira de educação e formação do país.
Fotografia: Gabcom (Serviço de Comunicação da ESCS)

Parceria ESCS/Futurália

Como é habitual, a ESCS foi parceira deste certame, assegurando a cobertura audiovisual de vários eventos, que alimentarão os canais de comunicação da Futurália. Uma equipa oficial da Escola captou, em vídeo e fotografia, os diversos painéis do Fórum Futurália e os workshops do Espaço Empregabilidade.

A equipa oficial da Escola assegurou a cobertura de várias ações da Futurália.
Fotografia: Gabcom (Serviço de Comunicação da ESCS)

Por seu lado, no espaço cedido à Escola, no âmbito da parceria, os estudantes da ESCS uniram esforços e prepararam uma série de workshops que envolveram os visitantes da feira. O E2 e o nAV contribuíram com a atividade “Apresentador por um dia”, na qual os jovens experimentaram apresentar um programa de televisão, e o vox-pop “Quem Pergunta Quer Respostas”, que deu origem a quatro vídeos publicados no final de cada dia. “Do´s and Dont´s – Sucesso no Instagram”, uma iniciativa da Bright Lisbon Agency e do GAME, ensinou os jovens a serem mais populares no Instagram. O número f ministrou o workshop “5 dicas para melhores fotografias”. Já o 8.ª Colina e a ESCS MAGAZINE convidaram ex-alunos e profissionais do Jornalismo para falarem sobre o seu percurso, na atividade “O teu futuro no presente – Conversa com…”. A ESCS FM, para além de emitir diariamente, a partir do local, desafiou os visitantes a aventurarem-se no microfone, em “Socorro, estou a falar na rádio!”. E a AE ESCS ajudou a esclarecer os candidatos ao Ensino Superior que passaram pelo stand, convidando-os a participar nas atividades.

Centenas de visitantes passaram pelo stand onde os estudantes da ESCS organizaram algumas atividades.
Fotografia: Gabcom (Serviço de Comunicação da ESCS)

João Carvalho, ex-aluno de Audiovisual e Multimédia e Produtor do E2, foi o responsável por gerir os núcleos e a equipa oficial e considera que as atividades deste ano foram mais representativas da Escola. “Acabou por funcionar muito bem. Fomos mais coesos e foi mais produtivo, em relação ao ano passado”, afirma. João explica que a motivação “nunca é um problema” para os estudantes, que se uniram, uma vez mais, em representação da instituição. Para o antigo estudante, o stand cedido à Escola é “mais um ponto de contacto” e uma mais-valia, no sentido em que, para além de mostrar as atividades da ESCS, tem sempre presente toda a oferta formativa, através de alunos dos diferentes cursos.

Espaço IPL

No stand institucional, a equipa do Serviço de Comunicação da ESCS contou a preciosa ajuda de 25 alunos dos diversos cursos da Escola, que esclareceram as dúvidas de todos os visitantes que por lá passaram.

Os estudantes da ESCS foram incansáveis na tarefa de divulgar a Escola.
Fotografia: Gabcom (Serviço de Comunicação da ESCS)

Pelo terceiro ano consecutivo, o espaço institucional do Politécnico de Lisboa (IPL) acolheu diversas atividades das suas oito unidades orgânicas. No que diz respeito à ESCS, o Prof. Francisco Sena Santos disponibilizou-se, uma vez mais, para conduzir duas aulas da disciplina de Novas Expressões de Rádio, do 3.º ano da licenciatura em Jornalismo. No local, os estudantes tiveram a oportunidade de entrevistar figuras como o eurodeputado Paulo Rangel, o Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, e o Vice-Presidente do Politécnico de Lisboa, Prof. Doutor António Belo.

Tiago Brandão Rodrigues, Ministro da Educação, foi uma das figuras entrevistadas pelos estudantes da disciplina de Novas Expressões de Rádio.
Fotografia: Gabcom (Serviço de Comunicação da ESCS)

Também o E2 gravou uma entrevista para a rubrica Panorâmica, no espaço do IPL. O convidado foi Tomás Caeiro, Founder & CEO da City Check. O resultado foi exibido no episódio especial sobre a Futurália, que foi para o ar no dia 16 de abril. Este ano, outras atividades extracurriculares da Escola contribuíram para o espaço institucional, com ações que haviam planeado para o stand da Escola, como o photo booth, do número f, e o workshop Do’s and Dont’s – Sucesso no Instagram”, conduzido pelo GAME e pela BLA.


O E2 produziu um episódio especial inteiramente dedicado à Futurália.

O balanço da Direção

O Presidente da ESCS marcou presença no evento.
Fotografia: Gabcom (Serviço de Comunicação da ESCS)

O Presidente da ESCS explica que a Futurália “tem tido cada vez mais importância na vida da Escola”, no que diz respeito à captação de alunos. De referir que, no ano letivo 2018/2019, 22,4% dos estudantes de licenciatura e 15,2% dos estudantes de mestrado consideraram ingressar na Escola devido à informação obtida na Futurália. Para tal, contribuem fatores como a experimentação, através das atividades planeadas, e o contacto com os testemunhos dos estudantes que representam os diferentes cursos da instituição. “Este dispositivo que nós montamos, onde envolvemos mais de cem alunos, para além dos funcionários e de alguns professores, é muito importante, em termos daquilo que é a mensagem que passamos”, considera. Neste sentido, o Prof. Doutor André Sendin refere que a Escola é vista como uma “referência em termos de participação”, no certame.

Para terminar, o Presidente destaca o stand institucional do Politécnico de Lisboa, que, este ano, passou “uma imagem mais forte”, e o “espaço de experimentação da ESCS”, que teve “a visita de centenas de candidatos ao Ensino Superior”. “Aqueles que nos procuram e procuram Comunicação, de alguma forma, ficam marcados pela experiência que têm na Futurália”, conclui.


Current track

Nome

Artist