O que de melhor se faz na ESCS

Written by on Maio 3, 2019

O que de melhor se faz na ESCS
Autor: Serviço de Comunicação da ESCS
Conteúdo retirado automaticamente da página institucional da Escola Superior de Comunicação Social
Ver fonte

Publicado: 03 maio 2019

A quinta edição das Jornadas Pedagógicas da ESCS refletiu sobre as práticas pedagógicas da Escola e do Ensino Superior. Na mesma sessão, foram homenageados estudantes, diplomados e pessoal docente e não docente.

O Presidente da ESCS, Prof. Doutor André Sendin, deu início à sessão.
Fotografia: Gabcom (Serviço de Comunicação da ESCS)

No passado dia 29 de abril, a sala 2P9 foi palco da quinta edição das Jornadas Pedagógicas. O evento, organizado pela Direção, em parceria com o Conselho Pedagógico, contou com uma reflexão sobre questões relacionadas com as instituições de Ensino Superior, a apresentação de dados relativos ao Sistema Interno de Garantia da Qualidade da Escola (SIGQ), a distinção de estudantes e diplomados, e uma homenagem ao pessoal docente e não docente que concluiu, até à data, 25 anos ao serviço da instituição.

Na sessão de abertura, o Presidente da ESCS, Prof. Doutor André Sendin, referiu o “percurso interessante” do SIGQ e agradeceu às entidades que têm vindo a estabelecer parcerias com a Escola.

“A Universidade como deve ser”

Miguel Tamen falou sobre o tema “A Universidade como deve ser”.
Fotografia: Gabcom (Serviço de Comunicação da ESCS)

Miguel Tamen, Diretor da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (FLUL), debruçou-se sobre algumas questões patentes no livro “A Universidade como deve ser”, do qual é coautor. Tamen defendeu que as instituições de Ensino Superior “devem ser o mais autónomas possível”, em relação ao “departamento público” que as governa, de forma a conseguirem, mais facilmente, “corrigir os erros” que detetam. O Diretor da FLUL considera que esta medida seria favorável por diversas razões, nomeadamente no que diz respeito ao recrutamento e seleção de alunos, à possibilidade de diversas fontes de financiamento, à inovação na forma de governar as instituições, aos planos de estudos e ao recrutamento e promoção dos docentes.

Sistema Interno de Garantia da Qualidade (SIGQ): Trajetórias

A Prof.ª Doutora Sandra Miranda, Vice-Presidente da ESCS, falou sobre o Sistema Interno de Garantia da Qualidade da Escola.
Fotografia: Gabcom (Serviço de Comunicação da ESCS)

A Prof.ª Doutora Sandra Miranda falou sobre o Sistema Interno de Garantia de Qualidade da Escola, começando por referir a acreditação dos cursos de licenciatura e de mestrado em Publicidade e Marketing, de licenciatura em Relações Públicas e Comunicação Empresarial e de mestrado em Gestão Estratégica das Relações Públicas, por parte da A3ES (Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior). A Vice-Presidente da ESCS sublinhou a importância dada, pela agência, aos relatórios dos cursos, que indicou os mesmos como um “exemplo a tomar para o resto do Politécnico de Lisboa”. “É algo que nos enche de orgulho”, admitiu.

Sandra Miranda referiu, ainda, que, em 2017/2018, foi consolidada a questão do Ensino-Aprendizagem da Escola, que demonstra “resultados muito positivos” em relação aos cursos e aos docentes. Contudo, é objetivo da Escola melhorar a taxa de resposta por parte dos estudantes em relação aos inquéritos realizados.

Entrega de diplomas

Os Diplomas de Inovação e Sociedade, implementados, este ano, pela Direção, foram entregues a estudantes e diplomados premiados, em 2018, quer no âmbito de trabalhos realizados em unidades curriculares, em parceria com entidades externas, quer em concursos externos à ESCS.

No que diz respeito aos trabalhos realizados em unidades curriculares, foram distinguidos os seguintes escsianos:

  • Hélder Pina, Margarida Vicente e Maria Catarina, pela vitória nos U-Active Awards;
  • Francisco Zenha Preto, o autor da agenda de 2019 da Printer Portuguesa;
  • Margarida Alpuim e Maria Moreira Rato, pelos trabalhos realizados no âmbito do projeto “Literacia Jornalística”, em parceria com o Público;
  • Beatriz Pinto, Catarina Afonso, Marta Santos, Pedro Neves e Rita Paulo (1.º lugar), Ana Tiago, Inês Faria, Manuel Serrão, Rúben Sousa e Vera Antunes (2.º lugar), Catarina Santos, Maria Inês Teles e Mariana Veloso (3.º lugar) e Beatriz Barroso, Beatriz Valente, Daniela Gomes, Diana Assunção e Margarida Costa (Menção Honrosa), pelos trabalhos realizados para a FEDRA (Federação de Doenças Raras de Portugal).

O grupo de escsianos distinguido no âmbito de trabalhos realizados em unidades curriculares, em parceria com entidades externas.
Fotografia: Gabcom (Serviço de Comunicação da ESCS)

Os escsianos também mostram o que valem em concursos fora da Escola:

  • Joana Santos e Madalena Pereira venceram a primeira edição do concurso Arena Challenge;
  • Catarina Silva conquistou o 1.º Prémio da categoria Turismo & Ideias Criativas, no concurso Born from Knowledge;
  • Maria Neves e Matilde Vilela ficaram em 2.º lugar no EDP University Challenge 2018;
  • Carolina Galvão e Inês Silva venceram as fases regional e nacional da 15.ª edição do Poliempreende.

O grupo de escsianos distinguido no âmbito de concursos externos à ESCS.
Fotografia: Gabcom (Serviço de Comunicação da ESCS)

O Prémio Anual “Melhor Aluno Finalista”, que resulta de um protocolo celebrado entre a ESCS/IPL e a Caixa Geral de Depósitos, distinguiu os melhores alunos de licenciatura e mestrado, que terminaram o curso no ano letivo 2017/2018:

  • Licenciatura em Audiovisual e Multimédia: Pedro Gomes
  • Licenciatura em Jornalismo: Margarida Alpuim
  • Licenciatura em Publicidade e Marketing: Bruna Esculcas
  • Licenciatura em Relações Públicas e Comunicação Empresarial: Beatriz Baleira
  • Mestrado em Audiovisual e Multimédia: Patrícia Pires
  • Mestrado em Gestão Estratégica das Relações Públicas: Inês Camilo
  • Mestrado em Jornalismo: Lia Serra
  • Mestrado em Publicidade e Marketing: Pedro Marcelino

Os melhores alunos dos cursos de licenciatura e de mestrado, do ano letivo 2017/2018.
Fotografia: Gabcom (Serviço de Comunicação da ESCS)

Por fim, foram homenageados os docentes e os não docentes que completaram, até à data, 25 anos de dedicação ao serviço da ESCS. Os professores Ana Teresa Machado, Carlos Nuno, Mafalda Eiró-Gomes, Paulo Barbosa, Sandra Pereira e Paula Nobree a Bibliotecária da Escola, Anabela Teixeira Lopes, receberam, cada um, uma medalha simbólica.

Os docentes e não docentes que completaram 25 anos de dedicação ao serviço da ESCS receberam uma medalha simbólica.
Fotografia: Gabcom (Serviço de Comunicação da ESCS)

Documentário “Living the Vanlife”

O evento terminou com a exibição do documentário “Living the Vanlife”, um trabalho de João Diogo Polónio, licenciado e mestre em Audiovisual e Multimédia, pela ESCS. O projeto fez parte do trabalho final de mestrado do antigo estudante e foi selecionado para o Lagoa Surfe Arte, o maior festival de cultura surf do Brasil, e para o SAL – Surf At Lisbon Film Fest, o festival internacional de cinema de surf de Lisboa. João recebeu, também, o Diploma Inovação e Sociedade das mãos do Prof. Jorge Souto, orientador do escsiano neste trabalho.

João Diogo Polónio também recebeu um Diploma Inovação e Sociedade.
Fotografia: Gabcom (Serviço de Comunicação da ESCS)


ESCS FM

A voz que tu conheces

Current track

Nome

Artist