Remontada à la Keiser

Written by on Dezembro 28, 2018

Remontada à la Keiser
Autor: ESCS Magazine
Conteúdo retirado automaticamente da página do núcleo ESCS Magazine
Ver fonte

A 13º ronda do campeonato teve início na sexta feira. Coube ao Portimonense e ao Vitória de Setúbal darem o pontapé de saída para mais um fim de semana de futebol.

Portimonense 3-1 Setúbal

Em Portimão, o Portimonense dominou a primeira parte e só precisou de dez minutos para colocar-se em vantagem. O defesa central Jedson inaugurou o placard a favor da equipa da casa. O segundo golo do Portimonense surgiu a três minutos do intervalo e foi marcado por Jackson Martinez, após assistência do defesa direito Manafa,. Na segunda parte, Lito Vidigal, treinador do Setúbal, operou duas mudanças no onze na tentativa de mudar o rumo do jogo. Porém, seria mesmo o Portimonense a ampliar a vantagem por intermédio, novamente, de Jakson Martinez. Aos 60 minutos, do segundo tempo, a equipa sadina conseguiu marcar o golo de honra, apesar de ter criado oportunidades suficientes para sair do Algarve com outro resultado. Com esta vitória, o Portimonense alcançou o seu adversário na classificação e ambas as equipas somam agora 17 pontos.

Braga 4-0 Feirense

A noite de sexta-feira terminou com o jogo entre Braga e o Feirense. No Estádio Municipal de Braga, os bracarenses comandaram as operações e chegaram à vantagem, quando o relógio marcava os 27 minutos. O golo foi marcado por Dyego Sousa. Aos 44 minutos novamente um novo golo do Braga, por Dyego Sousa. A assistência pertenceu a Xadas. Na segunda parte do encontro, o Braga continuou a controlar a partida e aumentou a vantagem. De grande penalidade, Dyego Sousa fez o hat-trik e acabou com as esperanças do Feirense no jogo. A sete minutos dos noventa, nova penalidade a favor do Braga, mas, desta vez, coube a Wilson Eduardo converte-la e fechar o resultado final. O Braga com este triunfo somou a quarta vitória seguida e chegou aos 30 pontos do campeonato. Por sua vez, o Feirense somou uma nova derrota, sendo que a sua última vitória para campeonato foi em agosto, e encontra-se na zona de despromoção.

Boavista 2-0 Tondela

No sábado, enfrentaram-se, no norte do país, o Boavista e o Tondela. Ambas as equipas entraram no jogo à procura de regressar às vitórias. Os axadrezados foram os primeiros a marcar, com um golo de Matheus Indio ao minuto 16. O Boavista já não marcava para o campeonato desde do final de outubro. Rafael Lopes ampliou a vantagem para os da casa ainda no decorrer da primeira parte, depois de uma assistência de Fábio Espinho. Na segunda parte, o jogo ficou mais equilibrado, mas o Tondela não conseguiu mudar o rumo da partida e somou a quarta derrota consecutiva. O Boavista com esta vitória chegou aos 13 pontos e encontra-se no 12º lugar. O Tondela é 17º.

Desportivo das Chaves 1-2 Moreirense

Ao mesmo tempo da partida anterior, o Desportivo das Chaves e o Moreirense disputavam a vitória.  Na primeira parte, o único destaque foi para o penálti falhado por Bressan, do desportivo das Chaves. Aos 60 minutos da segunda parte, Mamadou Ndiaye pôs o Moreirense a vencer. Quinze minutos depois, um novo golo do Moreirense, lançado por João Aurélio. Os festejos do segundo golo dos Cónegos não duraram muito tempo. Dois minutos depois, Niltinho reduziu para o Chaves. O resultado não se alterou até ao apito final do árbitro. Tiago Fernandes ex treinador do Sporting não teve uma estreia de sonho e viu a sua nova equipa afundar-se mais no último lugar do campeonato. O Moreirense voltou às vitórias e subiu ao 8º lugar, somando agora 19 pontos.

Desportivo das Aves 1-1 Guimarães

A terceira partida de sábado teve lugar na Vila das Aves. O Desportivo das Aves recebeu o Vitória de Guimarães. Os golos foram todos pontapeados na primeira parte e foi um para cada equipa. Aos quinze minutos, Alexandre Guedes deu vantagem ao Guimarães. A dez minutos do intervalo, o Aves empatou a partida através de Mama Baldé. Na segunda parte, ambas as equipas vinham com o objetivo de marcar, no entanto só conseguiram rematar uma vez à baliza do guarda redes adversário e, por isso, o jogo acabou com a divisão de pontos. O Desportivo das Aves já não vence há três jogos para o campeonato e tem, apenas, mais um ponto que a primeira equipa da zona de descida. O Vitória de Guimarães com este empate acabou a jornada em 5º lugar.

Santa Clara 1-2 Porto

Nos Açores, o Santa Clara e o Porto fecharam a programação de sábado. A equipa açoriana entrou bem na partida e causou vários problemas ao campeão nacional. O Porto também dispôs de grandes oportunidades. No entanto, o guarda-redes do Santa Clara, que saiu lesionado ainda na primeira parte, estava num dia sim e manteu o zero a zero no jogo. O Santa Clara seria mesmo a primeira equipa a marcar no encontro. Aos 38 minutos, Zé Manuel bateu Casillas, depois da assistência de Martin Chrien.no tempo de compensação. Soares repôs o empate no jogo e as duas equipas foram empatadas para o descanso. Na segunda parte, o Porto chegou à vantagem, com o golo de Marega aos 56 minutos. Até ao final da partida, o Santa Clara tentou voltar a empatar o jogo, mas Casillas mostrou-se a grande nível. O Porto procurou, sobretudo, gerir o resultado e acabou o jogo com 79% de posse de bola. Com esta derrota, o Santa Clara ainda não conseguiu “roubar” pontos aos grandes e parte para a próxima jornada no 10º lugar. O Porto somou a sexta vitória consecutiva para o campeonato e continua na liderança.

Rio Ave 2-2 Belenenses

No domingo, o Rio Ave e o Belenenses jogaram em Vila do Conde. Na primeira parte, o grande destaque foi para o autogolo do defesa do Belenenses Gonçalo Silva, que deu vantagem aos vila-condenses. Na segunda parte, o jogo animou e de que maneira. Aos 58 minutos, Licá empatou para os visitantes. Porém, o Rio Ave voltou para a frente do marcador cinco minutos, com o golo de Gelson Dala. Novamente, foi preciso esperar cinco minutos para haver novo empate na partida. De grande penalidade, Fredy estabeleceu o empate. Desta igualdade, ambas as equipas passaram a somar 19 pontos e o Belenenses ocupa a sexta posição da tabela e o Rio Ave a sétima

Marítimo 0-1 Benfica

Na Madeira, o Marítimo recebeu um dos candidatos ao título: o Benfica.  Foi preciso esperar 27 minutos para que houvesse uma verdadeira chance de golo para uma das equipas. A primeira ameaça pertenceu à equipa da casa, porém a bola passou ao lado da baliza do guarda redes das águias. Depois deste susto, o Benfica acordou e começou a criar mais oportunidades. Destaca-se dois lances de Grimaldo, que obrigaram o guardião do Marítimo a duas grandes defesas. No entanto, aos 45 minutos, o guarda-redes da equipa madeirense derrubou Jonas na área e o árbitro não teve dúvidas em assinalar grande penalidade. Coube a Jonas converter o penálti e levar o Benfica a vencer para o intervalo. Na segundo parte, não houve nenhum lance digno de registo e jogo acabaria mesmo com a vitória do Benfica. Com esta derrota, a equipa treinada por Petit desceu para o 14º lugar. Já o Benfica mantém-se no quarto lugar a 4 pontos do líder.Foto 2- Festejo dos jogadores do Benfica, após o golo de Jonas

Sporting 5-2 Nacional da Madeira

O último jogo da jornada realizou-se em Alvalade e pôs frente a frente o Sporting e o Nacional da Madeira. A equipa madeirense precisou de cinco minutos para marcar e colocar-se em vantagem no marcador. João Camacho, numa grande jogada, rematou e não deu hipótese a Renan Ribeiro, guarda-redes do Sporting. O Sporting chegou a empatar a partida, no entanto o lance foi anulado por fora de jogo. Quem acabou por marcar, novamente, foi mesmo o Nacional. O golo foi apontado pelo defesa Aleksandar Palocevic, depois do cruzamento de Jota. O Sporting ainda conseguiu reduzir antes do intervalo. Bas Dost, de grande penalidade, bateu o guarda redes do Nacional e colocou o marcador em 2-1. Na segunda parte, o rumo do jogo mudou radicalmente. A “remontada” dos leões começou aos 70 minutos, quando Bruno Fernandes encostou, após o passe de Bas Dost. Aos 75 minutos, Mathieu marcou um grande golo de livre e o Sporting soltou para a frente da partida. Aos 87 minutos, nova penalidade a favor do Sporting e, pela segunda vez, Dost não falhou. Aos 91 minutos, Bruno Fernandes pisou e fechou o marcador em 5-2. Com esta reviravolta, o Sporting continua na perseguição ao Porto e está no segundo lugar com 31 pontos. O Nacional está em 13º lugar com 13 pontos.
F

Destaque da Semana– A 13º jornada teve um toque especial, pois o Porto, o Benfica e o Sporting jogaram contra as equipas que representam os arquipélagos dos Açores, Santa Clara, e da Madeira, Marítimo e Nacional. Nos três jogos, as equipas do continente levaram a melhor e venceram.

Classificação

1º Porto – 33 pontos

2º Sporting – 31 pontos

3º Braga – 30 Pontos

4º Benfica – 29 pontos

5º Guimarães – 22 pontos

6º Belenenses – 19 pontos

7º Rio Ave – 19 pontos

8º Moreirense – 19 pontos

9º Portimonense – 17 pontos

10º Santa Clara – 17 pontos

11º Setúbal – 17 pontos

12º Boavista – 13 pontos

13º Nacional – 13 pontos

14º Marítimo – 11 pontos

15º Aves – 11 pontos

16º Feirense – 10 pontos

17º Tondela – 9 pontos

18º Chaves – 7 pontos

Corrigido por: Catarina Gramaço


ESCS FM

A voz que tu conheces

Current track

Nome

Artist