Moçambique: Cheias cortam a principal estrada, que liga a capital ao norte do país

Written by on Maio 2, 2019

Moçambique: Cheias cortam a principal estrada, que liga a capital ao norte do país
Autor: ESCS Magazine
Conteúdo retirado automaticamente da página do núcleo ESCS Magazine
Ver fonte

A estrada que liga Pemba – cidade do norte de Moçambique – ao resto do país está cortada devido às cheias. Desde a madrugada deste sábado que as chuvas fortes, trazidas pelo ciclone Kenneth, provocaram inundações em vários bairros da capital da província de Cabo Delgado.

Uma corrente de água cobre cerca de 1km da estrada. Uma zona baixa de pastagens de três hectares encheu rapidamente, a cerca de 15km da cidade. O lago que se formou na zona acabou por transbordar por cima da via e para um campo mais baixo, situado do outro lado do asfalto.

 A corrente que cobriu a estrada formou-se de manhã, mas tem estado a abrandar ao longo da tarde. O pavimento da via parece estar intacto, mas o talude que o sustenta apresenta sinais de erosão.

A contagem das vítimas do ciclone Kenneth está ainda por fazer, mas sabe-se que pelo menos 16 mil pessoas foram afetadas pelas cheias e que quase 3500 casas foram total ou parcialmente destruídas. Há mais de 18 mil pessoas em centros de acomodação.

Fonte: LUSA / António Silva

Em toda a província de Cabo Delgado, o Instituto Nacional de Gestão de Calamidades (INGC) estima que existam 168219 pessoas afetadas pelo ciclone Kenneth. Os últimos dados disponibilizados contabilizaram um total de cinco vítimas mortais.

Quanto a danos, o INGC atualiza o número de casas totalmente destruídas para 3895, e das que ficaram parcialmente destruídas para 31305.

Nos próximos dias vão ser necessários muitos alimentos e esteiras para acomodar as pessoas nos centros de acolhimento.

Para esta noite, a partir das 19h00 locais, está prevista a ocorrência de novas chuvas muito fortes.

O ciclone Kenneth atingiu Moçambique um mês após a catástrofe provocada pelo ciclone Idai, que provocou pelo menos 603 mortos.

Fonte fotografia “thumbnail”: Agência REUTERS

Artigo revisto por Mariana Coelho


Current track

Nome

Artist