“Mamma Mia” está de volta!

Written by on Novembro 16, 2018

“Mamma Mia” está de volta!
Autor: ESCS Magazine
Conteúdo retirado automaticamente da página do núcleo ESCS Magazine
Ver fonte

Parece que foi ontem que estávamos a cantar os êxitos dos ABBA no primeiro filme do Mamma Mia, e agora, passados 10 anos, estreou a sua sequela/prequela – Mamma Mia! Here We Go Again.

Ao estilo de Padrinho 2, este segundo filme conta o passado de Donna Sheridan (Meryl Streep), que desta vez é interpretada por Lily James, e conta também a continuação dos eventos do primeiro filme. Para além de Lily James, que interpreta uma jovem Donna, Amanda Seyfried volta como filha de Donna (Sophie), Christine Baranski e Julie Walters estão de volta como Tanya e Rosie, e, como não podia faltar, Pierce Brosnan (Sam), Colin Firth (Harry) e Stellan Skarsgard regressam como os três possíveis pais de Sophie.

Deram-se novas edições ao filme, incluindo versões mais novas dos três (possíveis) pais de Sophie e das duas melhores amigas de Donna, mas uma das adições mais marcantes em “Mamma Mia! Here We Go Again” é certamente a cantora e atriz Cher. Esta interpreta Ruby, mãe de Donna, que, apesar de ter um papel pequeno no filme, canta uma das músicas que me apaixonou desde o primeiro momento em que a ouvi, “Fernando”. Tal como Cher, Andy Garcia junta-se a este elenco como chefe do “Hotel Bella Donna”, Dominic Cooper volta como Sky, noivo de Sophie, e Meryl Streep volta, por muito pouco tempo, com o objetivo de meter lágrimas nos olhos do público.

Posso considerar este filme mais triste que o anterior, muito devido às músicas escolhidas que vão acompanhando a história. A inclusão de algumas faixas que são menos conhecidas da banda de grande sucesso ABBA ajuda nesta construção da narrativa e faz com que o público oiça mais músicas sem ser os grandes êxitos que já todos nós conhecemos. “The Name Of The Game”, “Angel Eyes” e “When I Kissed The Teacher” são algumas das músicas que podemos ver e ouvir no filme, juntamente com os êxitos que já nos são familiares como “Dancing Queen”, “Mamma Mia” e “I Have a Dream”.

Considero que este filme não vai desapontar os fãs do primeiro filme. Muito pelo contrário: vai trazer de novo aquela nostalgia que todos tivemos ao ver e ouvir aquelas danças todas coordenadas e aquelas músicas afinadas. Este segundo filme continua muito divertido, não fiquem com a ideia errada, e consegue, de certa forma, complementar o primeiro filme, como se agora as personagens estivessem mais maduras tal como a história, que segue agora um rumo diferente do anterior.

Se há uns tempos atrás me dissessem que iria haver uma sequela de um dos filmes que mais marcou a minha infância, eu diria certamente que seria só uma perda de tempo, mas a verdade é que este filme, que considero ser uma montanha russa de emoções, acaba por me meter um sorriso na cara depois de acabar. “Mamma Mia! Here We Go Again” tornou-se num dos meus filmes favoritos de 2018 e, possivelmente, de sempre. Espero que, depois de lerem este artigo, estejam preparados para ouvir a banda sonora, pois é dos pontos altos deste filme e do anterior. Ah, e dos ABBA, claro.

Artigo corrigido por Vera Santos.


Current track

Nome

Artist