Disney finaliza a compra da 21st Century Fox por mais de 60 mil milhões de euros

Written by on Março 25, 2019

Disney finaliza a compra da 21st Century Fox por mais de 60 mil milhões de euros
Autor: ESCS Magazine
Conteúdo retirado automaticamente da página do núcleo ESCS Magazine
Ver fonte

Negócio entre gigantes provoca uma revolução no meio do entretenimento. Disney assinala compra como um “momento histórico” para a empresa. Intenção é competir com a Netflix no serviço de Streaming.

Após a aprovação de reguladores de vários países, em destaque o “sinal verde” do regulador norte-americano, a Disney oficializou a compra da 21st Century Fox, até aqui detida pelo magnata australiano Robert Murdoch. Contudo, Murdoch consegue deixar de fora do negócio a Fox News e a Fox Sports1 e manter esses dois importantes ativos. A compra está avaliada em 61 mil milhões de euros e a Disney consegue adquirir parte do ativo da rival Fox, como os direitos da série Os Simpsons. De destacar que a Disney passa a deter também os canais Fx, o estúdio de cinema da Fox e o National Geographic. Segundo Bob Iger, diretor executivo da empresa, a compra vai “permitir uma combinação da riqueza do conteúdo criativo e do talento da Disney e da 21st Century Fox e cria uma empresa de entretenimento global proeminente, bem posicionada para liderar numa era incrivelmente dinâmica e transformadora”, assinalando também “um momento histórico para a empresa”.

De acordo com análises de especialistas, o negócio pode levar ao corte de 4 mil empregos, apesar da confirmação de que mais 15 mil trabalhadores da Fox serão integrados na Disney e da transição de 7 mil trabalhadores da Fox para a recém-formada Fox Corporation detida por Robert Murdoch. A aquisição da Disney faz parte do seu ambicioso plano de domínio do entretenimento e é a compra mais importante do grupo. É de recordar que a empresa tinha adquirido anteriormente o “universo” Star wars. A compra significa que a Disney vai ter direitos sobre filmes como Deadpool, Avatar e X-Men, que têm sequelas prevista para os próximos anos. Os acionistas da Fox vão receber 33 euros por ação.

Fonte: Business wire

Com este negócio, a Walt Disney passa a deter a maioria do capital da plataforma de Sreaming Hulu, cerca de 60%. Contudo, a intenção da gigante do entretenimento é lançar a Disney Plus de forma a poder concorrer, no serviço de streaming, com a Netflix.  A aquisição de parte do negócio da Fox é vista como essencial para o reforço de conteúdos de entretenimento de forma a dar ao possível comprador um serviço variado na plataforma a criar. Este negócio é mais um sinal de que o mercado do entretenimento está em clara mudança. A luta no setor é cada vez mais intensa e o espaço para os pequenos grupos diminuiu. O confronto entre pesos pesados como a Disney, Netflix, Amazon ou HBO indica que o mercado do entretenimento, em especial a televisão e o cinema, caminha para uma monopolização do serviço de streaming na criação de conteúdos artísticos.

Fotografia “thumbnail”: Fonte: Variety.com

Artigo revisto por: Liliana Pedro


Current track

Nome

Artist